3 coisas que inserem/puxam de volta o homem para a Matrix

| 2 comments
por Doutrinador
3 bilhões de mulheres. E você aí chorando.
Obs: título trocado e texto levemente re-editado.
Backup do blog do Doutrinador, por Soldado

Cada vez mais homens cuzões se rastejando e se tornando bundões efeminados de marca maior por causa de uma mulher. Muitos se cagando de medo de perdê-las, aceitando chantagens, largando carreiras, empobrecendo, enfim, se ferrando de diversas formas.

Quem frequenta blogs e comunidades masculinas já deve ter se deparado com o termo "matrix".

Matrix é o termo que usamos para nos referir à paixão cega e dependente pela mulher, que torna o homem um verme imprestável. Um bundão. Chorão. Escravo. Imbecil. Paspalho. E assim por diante.

O quadro é grave. Então vamos chutar a bunda do amor romântico e mandar a real nos bundinhas chorões.


As principais coisas que inserem/puxam de volta o homem pra porra da matrix são:

1) Desejo sexual (queremos transar → precisamos do sexo delas → precisamos delas)

2) Acreditar em mitos IMBECIS (alma gêmea, amor romântico, cara-metade etc)

3) Medo de perder uma oportunidade

Essa tríade dos infernos vem botando vários homens de joelhos e transformando-os em matrixianos paspalhões, cãezinhos da namorada, provedores babacas e maridos domados. É a tríade que hipnotiza os homens de diversas idades e os transforma em cães que ficam embaixo da mesa esperando alguma migalha cair.

Abaixa a orelha e aprenda agora a não ser hipnotizado pela tríade infernal da matrix.


1) Desejo sexual
“Pro homem matar a paixão e o apego por uma mulher, ele deve matar e manter seu desejo sexual sob controle” -Silvio Koerich

Quanto mais dependente de sexo você for, mais comerá na mão delas e estará sujeito à manipulações cretinas, ditaduras de sexo, chantagens, e toda espécie de manipulação feminina usando a vagina como moeda de troca.

É claro que não vamos matar nosso desejo sexual completamente, né imbecil. Mas vamos manter nosso pau sob controle total. Jamais mendigar sexo, jamais aceitar migalhas. Vamos meter quando e da forma como estivermos de acordo, e não aceitando implicitamente as regras delas só porque elas detém o pastel de pelo que tanto gostamos.

Isso se consegue controlando o desejo sexual avassalador que é natural em reprodutores viris como nós.

Uma vez que você não for manipulável por sexo nem dependente, as ditaduras sexuais perderão efeito sobre você. Em resumo, o tão comum “CU doce” não surtirá mais efeito e você comerá mais e melhor.

2) Acreditar em MITOS IMBECIS

As nossas mulheres (e ex-mulheres) em geral adoram dizer que são únicas na Terra e que somos pobres coitados de perdê-las.



Tudo balela. Não seja idiota de acreditar nisso.

Não seja idiota de acreditar que "perdeu o grande amor de sua vida". Isso não existe. Deixe de ser imbecil de acreditar nesses contos idiotas que só servem pra endeusar a figura da mulher e fazer o homem acreditar que elas são insubstituíveis.

Isso nos leva ao terceiro componente da tríade dos infernos. Continue lendo paspalhão.

3) Medo de perder uma oportunidade

Outra coisa que confunde os homens e nos jogam de volta pro apaixonamento escravo de merda é o medo de perder uma oportunidade.

Isso acontece quando acreditamos que só temos uma oportunidade de possuir aquela mulher maravilhosa e gostosa que tanto queremos. E que ainda temos uma esperança de experimentar o pastel de pelo delas.

Ou seja, sem saber o matrixiano coloca a mulher como prêmio absoluto e fica deslumbrado com a oportunidade (e possibilidade) de alcançar esse prêmio (automaticamente assinando um atestado de cão sarnento que vive atrás de migalhas).

As sádicas se apercebem disso, então o matrixiano começa a sofrer com a confusão dos jogos emocionais de afasta/aproxima, que elas fazem justamente para mantê-lo bem próximo (mas não tanto a ponto de transarem) e para ter o prazer sádico de vê-lo se rastejando como um verme por ela.

Isso normalmente ocorre quando elas precisam dar uma levantada na auto estima. Dão esperança para algum “cara legal” e então ele, deslumbrado com a oportunidade repentina e inesperada, fica confuso, com medo de perder o que, na mente de asno retardado dele, é um verdadeiro “prêmio”.

Portanto, não seja um desses trouxas.

Não seja um inflador de ego (ombro amigo) sempre disponível para confortar mulheres (principalmente as recém-chutadas por cafajestes ou de baixa-estima).

Não fique sempre disponível no MSN ou facebook para ouvir as crises depressivas delas, na esperança de comê-las. Quando você se revolta e pensa em investir mais fortemente, elas dizem que “você entendeu tudo errado e é apenas um bom amigo”. Portanto não seja idiota. Não seja um miguxo matrixiano sempre acessível.


Como diz Nessahan Alita, “seja mais temível que amável”, mas não seja um radical imbecil nem vire um pau no CU. Equilibre as coisas. Se optar por ser um desses miguxões matrixianos assexuados, ganhará no máximo um “muito obrigado” e um beijo rápido no rosto, enquanto um homem desapegado, relativamente inacessível, frio e indiferente completará o serviço com ela na cama. Não seja otário nem psicólogo gratuito.

MIGUXO NÃO TEM PAU.

Não seja vítima do medo e da esperança de comê-la(s). Não se iluda com falsas promessas e se mantenha calmo. Lembre-se daquela frase da tua velha, desdentada, enrugada e carcomida vó: “quando a esmola é muita, o santo desconfia”.

2 comments

Anônimo 25 de dezembro de 2012 02:24

Eu chegava a manter uma pasta recheada de fotos de mulheres, categorizadas agora vejo que me tornei um completo escravo de boceta preso na Matrix. Dependente totalmente de ver fotos e elas o tempo inteiro, me culpando das amizades que perdi, das atitudes que tivera, achando que nenhuma delas era substituivel. Finalmente eu acordei....

Postar um comentário